Aqueles que sofrem de doença celíaca ou têm intolerância ao glúten podem comemorar! O vinho está liberado para consumo.

O glúten é uma proteína encontrada em cereais, como cevada (matéria-prima da cerveja), trigo, centeio etc.

A composição do vinho é, basicamente, de uvas. E, durante o processo de fabricação, a bebida não tem contato com algum ingrediente que contém glúten – salvo raras excessões, mas em quantidades quase irrasteáveis que não causam efeitos em quem tem alergia à proteína.

Uma dessas raras situações é quando o vinho é envelhecido em barricas seladas com pasta de trigo – quase em extinção, uma vez que a maioria das vinícolas usa pasta de cera. E mesmo com a pasta de trigo, a contaminação da bebida por glúten é quase nula, de acordo com análises científicas.

Pode cortar o pão e a cerveja da dieta, mas o vinho não.

Loja Online de Vinhos