Elaborados em conjunto pelos enólogos da Vinícola Góes e da Vinã Santa Irene, os vinhos SIMIS Grand Reserva Cabernet Sauvignon e SIMIS Reserva Carménère têm essência e alma paulista, com produção em solo chileno.

A parceria entre as vinícolas cria maior aproximação a um grande polo produtor mundial de vinhos, o Chile, e acelera o processo de internacionalização pleiteado pela Góes.

O Cabernet Sauvignon Grand Reserva 2017 – SIMIS é feito em colheita manual na região chilena do Vale do Curicó. O local é considerado um dos melhores terroirs para vinhos tintos, principalmente nesta variedade. Tem aspecto límpido e brilhante, uma cor vermelho rubi e seu aroma é intenso, com notas de cereja, figo e frutas negras madura como amora, tabaco, baunilha e chocolate meio amargo.

No paladar, tem muita estrutura, é saboroso e untuoso, com ótimo corpo, taninos redondos e maduros, além de um final de boca agradável e persistente. Sua maturação é feita em 10 meses de carvalho francês e americano de 1º e 2º uso, mais 6 meses em garrafa.

Já o Carménère 2018 – SIMIS é feito em colheita mecânica, também na região do Vale do Curicó. O clima mediterrâneo influenciado pelas frias correntes que sopram do pacífico garantem a qualidade da casta. Seu aspecto é límpido e brilhante, sua cor é vermelho intenso com violáceo.

Um vinho jovem, frutado com destaque para cereja bem madura, pimenta negra, especiarias, baunilha e chocolate ao leite. No paladar, é equilibrado, com corpo médio a longo, tanino macio, de fácil consumo. É maturado por 6 meses em carvalho americano 60% e francês 40%, mais 4 meses em garrafa.

“Vinhos tem corpo e alma, são diferentes entre eles, ter um portfólio com rótulos de várias regiões enriquece o conhecimento dos nossos clientes, solidifica nossa história em busca da qualidade. Estou muito feliz com mais essa conquista da nossa família”, comemora Fábio Góes, enólogo da vinícola. 

Loja Online de Vinhos