/Por Ana Beatriz Miranda

A videira é uma planta da família Vitaceae que tem como fruto a uva. Do tipo trepadeira, ela possui folhas com cinco lóbulos pontiagudos, tronco retorcido, ramos flexíveis e flores esverdeadas. Existem videiras de diversos gêneros, sendo a Vitis a mais conhecida, com 60 espécies. 

A espécie mais cultivada do mundo é a Vitis vinifera, que gera frutos para a elaboração de vinho, mas também uvas de mesa e para a produção de passas.

Logo em seguida, vem a Vitis labrusca que é ideal para consumo in natura e também para a produção de suco, embora alguns países da Ásia e América a utilize em vinhos. Há algumas outras espécies usadas na elaboração da bebida, mas em escala mínima. 

Tipos de uvas Vitis Vinifera

Existem cerca de 5 mil tipos de uvas viníferas, entre as tintas e as brancas. Essa espécie é perfeita para a elaboração de vinhos porque tem boa concentração de açúcar e presença de taninos em suas cascas, principalmente as tintas.  

Uvas tintas

As uvas tintas podem ser usadas na elaboração de vinhos tintos, rosés e brancos. Nesse último caso, durante a produção da bebida, as cascas são retiradas para não interferir na cor do líquido. O berço da maioria das uvas tintas é a França, embora muitas sejam autóctones de suas próprias regiões produtoras. 

As uvas tintas são as mais plantadas do mundo. Entre as mais conhecidas estão a francesa Cabernet Sauvignon — que tem o título de rainha das tintas por ser cultivada em todos os países produtores de vinho, a francesa Merlot — casta de fácil adaptação e bastante difundida e a espanhola Tempranillo — uma das primeiras tintas a serem colhidas e que também se espalhou para todo o planeta.

Uvas brancas

As uvas brancas são pouco menos cultivadas que as tintas, mas não deixam de ter uma extensão de vinhedos de respeito. Elas são usadas na produção de vinhos tranquilos, sem a presença de gás carbônicos, além de frisantes e espumantes, que possuem gás carbônico. 

A francesa Chardonnay é a uva branca mais célebre, cultivada no mundo todo e não à toa tem a alcunha de “rainha das uvas brancas”. A Sauvignon Blanc também é bastante difundida, originária de Bordeaux, na França, e responsável por vinhos cheios de leveza e frescor. A Torrontés, nascida na Espanha, é um outro ótimo exemplo de uva branca, dando origem a rótulos aromáticos e frutados, geralmente. 

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!