“Um tinto de Bordeaux: envelhecido e no auge”

Lucas Cordeiro – Sommelier SDM

Nos últimos dias, tenho feito um trabalho periódico de degustar safras antigas que temos em nosso estoque.

Alguns vinhos são descartados, mas outros revelam-se deliciosas surpresas, como no caso deste Château Lalande d’Auvion Médoc Cru Bourgeois 2012.

Ele atingiu a maturidade, coisa rara num mundo cada vez mais imediatista – inclusive entre os consumidores de vinhos.

Poucos são os que querem aguardar por longos anos, esperando que suas garrafas cheguem à maturidade, quando aromas terciários já estão presentes.

Esta é, então, a oportunidade perfeita para os apreciadores de vinhos maduros, e também para quem quiser ter a experiência sem precisar olhar a garrafa estacionada na adega e não poder abri-la.

O Château Lalande d’Auvion Médoc Cru Bourgeois 2012 nos premia com:

Vinho Tinto Château Lalande D'Auvion
  • um delicioso buquê de aromas de frutas secas, como ameixas e passas,
  • nuances terrosas e de oleaginosas,
  • além de alguns traços animais, como o couro.

Ao paladar, apresenta-se elegantíssimo,

  • com os taninos já bem domados e discretos,
  • a acidez ainda suculenta e sem exagero,
  • e um bom volume com um final persistente

Se degustá-lo sem pressa, ainda vai encontrar toques de flores secas e outras surpresas.

Só ele não chegou assim ao seu oitavo ano à toa.

É resultado de um belo trabalho executado pela vinícola Château Lalande D’Auvion, que pertence a família Benillan.

Que há seis gerações vem expressando o terroir do Médoc por meio de vinhos de qualidade palpável, como este exemplar premiado com Medalha de Ouro no Concours Genéral Agricole de Paris, em 2015.

Mas uma dica: não guarde, abra a garrafa assim que recebê-la e delicie-se.

Para comprar e ver mais detalhes na ficha técnica:

Deguste e divirta-se!