“Um espumante rosé para o inverno?” 

Lucas Cordeiro


Naturalmente, a ideia de consumir uma bebida fresca ou gelada no inverno pode não parecer ideal.

Porém, se pensarmos nas sensações que podemos experimentar em combinações entre vinho e comida, vale a pena não nos prender a certos conceitos.

Champanhe rosé - Pessoas brindando

A união dos opostos “quente e frio” já é conhecida e agradável, como acompanhar um caldo ou sopa quente com uma bebida fresca ou gelada.

O contraste leva a um delicioso equilíbrio no paladar e, no final, o resultado é surpreendente.

Embora haja um crescimento do consumo de tintos no inverno, nada impede que espumantes, vinhos brancos e rosés sejam apreciados na temporada.

E essa harmonização contrastante é inclusive uma excelente dica para os dias frios. 

Dicas de pratos para acompanhar o Espumante Lidio Carraro:

Experimente, por exemplo:

Caldo Verde_Rancho Português_Revista Sociedade da Mesa

Análise Sensorial

Elaborado pelo método Charmat, ele tem:

  • presença na boca,
  • é elegantíssimo
  • e com acidez refrescante.

O gás está muito bem integrado ao líquido, o que percebemos por sua boa cremosidade e borbulhas delicadas.

Tem a textura perfeita para esses caldos, assim como os aromas de frutas vermelhas e a suave mineralidade farão bom par com os aromas dos pratos.

A nobreza desse espumante tem razão de ser, parte pelo terroir onde estão os vinhedos, na Serra do Sudeste (RS), que se mostra ideal para:

  • as variedades do blend de pinot Noir e chardonnay,
  • e pela excelente execução da Lídio Carraro,

Uma vinícola boutique entre as mais importantes do Brasil, com reconhecimento internacional.

Quer outras combinações?

Ele será uma excelente companhia para uma moqueca capixaba, um bobó de camarão ou um ravióli de ricota ao sugo.

Dê-se o prazer de viver essa experiência!

Gostou? Para saber mais sobre ele e comprar

Outras opções de Vinho Lidio Carrato: