/Por Carolina Almeida

Nem só de moda entende a Chanel. A marca, uma das mais conhecidas e desejadas do mercado de luxo do mundo, comprou em 2019 a vinícola Domaine de l’Ile, localizada na Ilha de Porquerolles, na Provence. Agora, começa a colher os frutos do negócio, que já tem nome, rótulo e variedade: Domaine de l’Ile 2019 branco e rosé, produzidos a partir das uvas rolle (mundialmente conhecida como vermentino), cinsault, grenache, mourvèdre, syrah e tibouren.

Crédito: Divulgação

A casa francesa lançou a primeira colheita dos vinhos, produzidos de maneira 100% orgânica nos 30 hectares de plantações, sob a supervisão de Nicolas Audebert, gerente do Château Rauzan-Ségla, Canon e Berliquet. O vinhedo pertencia à família de Sébastien Le Ber desde 1910, quando o avô dele, François-Joseph Fournier, enriqueceu após descobrir a maior pepita de ouro do México e comprou a ilha como presente de casamento para a esposa, Sylvia.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!