/Por Ana Beatriz Miranda

O vinho Cabernet Sauvignon é um dos mais populares do mundo, quiçá o mais conhecido de todos. Sucesso nas taças tanto de iniciantes quanto de experts, a uva Cabernet Sauvignon gera exemplares de vários estilos. 

Sendo uma variedade de fácil adaptação e cultivo, ela se deu muito bem nos mais diversos terroirs do planeta e, por isso, é plantada em todos os países que produzem vinho. Daí a razão de ela ser chamada de “rainha das uvas tintas”, já que reina em milhares de hectares de vinhedos em todos os continentes. 

Tanto dinamismo traz também muita versatilidade e a Cabernet Sauvignon, que nasceu em Bordeaux, na França, é utilizada em varietais e blends. As características do vinho são advindas do terroir em que as uvas são cultivadas, com influência dos solos, climas, mas também do estilo que o enólogo quer imprimir. Por isso, há uma enorme gama de vinhos Cabernet Sauvignon, dos leves e fáceis de beber aos mais complexos e sofisticados. Eles são ótimas escolhas para todos os momentos e, claro, para apreciar nas refeições. 

Qual comida combina com Cabernet Sauvignon?

Quando falamos de harmonização, embora existam convenções do que funciona ou não, é o nosso paladar que vai dar o veredicto se a combinação ficou boa. Os vinhos de Cabernet Sauvignon harmonizam com um grande leque de pratos, principalmente, os que tenham molho de tomates ou carne vermelha

Para rótulos menos encorpados, com menos peso em boca, de safras mais recentes, melhor optar por receitas mais simples, como lasanha à bolonhesa, massa ao sugo, carne grelhada com legumes, pizza de calabresa. Caso o rótulo tenha um toque herbáceo, comum em vinhos de Cabernet Sauvignon, molhos à base de ervas, como um pesto de manjericão, ficam deliciosos.  

Se o prato for mais estruturado, como risoto de linguiça, carnes mais pesadas e gordurosas como costela de boi, o ideal é escolher um vinho também mais encorpado, que passe por barricas de carvalho. E quanto a combinações que conhecidamente não ficam legais? Frutos do mar não fazem uma boa dupla com essa uva porque o vinho se sobrepõe aos sabores delicados da comida.

Uma dica coringa é escolher um Cabernet Sauvignon descomplicado para um jantar com amigos em que você não sabe o que será servido ou um churrasco ou uma recepção com petiscos. Provavelmente, a combinação ficará boa e você comprovará a maestria da soberana das tintas no paladar.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!