“Chablis, um vinho branco que é a escolha certa” 

Lucas Cordeiro – Sommelier da SDM

Eu nunca consegui limitar minhas escolhas de vinhos pela cor.

Sempre apreciei tintos, brancos, rosés…

Também não me limito pelo estilo:

  • vinho tranquilo,
  • espumante,
  • fortificado,
  • de sobremesa etc.

Os meus critérios de escolha partem da premissa de que o vinho tem que ter qualidade, indiferente da cor ou do estilo.

A partir daí, penso na ocasião, nas companhias, na comida (se for o caso).

E, claro, no mais importante, a minha curiosidade.

Essa, sim, é que faz com que eu me divirta muito nesse “enomundo”.

Para mim, vinho é antes de tudo uma jornada, uma experiência, um prazer que não precisa de justificativas.

Na seara de brancos que me encantam, não tem como fugir dos incríveis vinhos de Chablis.

Para os apreciadores de vinhos brancos, certamente também os de Chablis – uma das denominações de origem mais icônica, na França –, a uva que reina é a chardonnay.

Embora pertença à região da Borgonha, Chablis figura separadamente no mapa por causa de suas características únicas:

  • o solo Kimmeridgian, rico em calcário (igual ao de Champagne);
  • e o clima semi-continental, no qual a variedade chardonnay amadurece em condições ideais.

Os vinhos produzidos ali, brancos secos, destacam-se pela personalidade carregada de frescor, elegância e mineralidade

Desfrutar de um vinho desta denominação fica melhor ainda quando temos à mão um exemplar como o Baudouin Millet Chablis 2018, que tem uma ótima relação preço/qualidade.

E podemos melhorar ainda mais as condições! 

CLIQUE AQUI para garantir uma ótima experiência e ver mais detalhes da ficha técnica do vinho Baudouin Millet Chablis 2018.