“Um Vinho Verde e histórias de amor” 

Lucas Cordeiro – Sommelier

Muitas vezes dizemos que por trás do rótulo de certos vinhos há uma história a contar, mas no caso do Maria Saudade Vinho Verde o próprio rótulo é a história.

Ele reproduz fielmente uma antiga tradição lusitana, típica da região do Minho (norte de Portugal), que expressa um delicado romantismo, fala da esperança no amor e também de saudade.

Trata-se da tradição do “lenço dos namorados”, que era feito a partir de um recorte de linho fino ou um lenço de algodão, no qual era inserido um gracioso bordado de cores vivas e simbologia própria.

Uma peça de artesanato elaborada à época por mulheres em idade de casar.

Era hábito a jovem apaixonada bordar seu lenço e entregá-lo ao rapaz por quem tinha sentimentos.

Se ele o usasse em público estaria aceitando o namoro.

Também era costume entregar este singelo presentes ao amado que, por alguma razão, precisasse se ausentar.

E explicação: além dos desenhos, era comum conterem versos que exprimiam o carinho da jovem pelo rapaz.

Mas a sutileza deste vinho branco vai além do rótulo: também a encontramos no líquido dentro da garrafa.

O Maria Saudade Vinho Verde é leve e refrescante, e seus sutis aromas cítricos e de frutas tropicais poderiam até mesmo ser os do perfume contido no lenço dado à pessoa amada.

Ele é o mensageiro perfeito para você expressar seu carinho por alguém tão importante.

Utilize nossa ENTREGA EXPRESSA para garantir tê-lo à mão no momento ideal.

Abraços!