“Sua casca é avermelhada, mas seus vinhos geralmente são brancos.”

Lucas Cordeiro

Vamos falar sobre uma uva que você conhece pelos vinhos brancos que gera.

O que talvez você não saiba é que ela tem uma casca avermelhada e, por isso, dá também origem a rosés deliciosos – que cada vez mais caem no gosto dos apreciadores.

Estamos falando da uva Pìnot Grigio, como é chamada na Itália, ou Pinot Gris, na França.

A diferença de um país para o outro não fica só no nome, mas também no estilo.

  • A versão italiana é mais leve, menos aromática e tendendo ao cítrico.
  • A versão francesa é mais encorpada e bem mais intensa nos aromas.

Só por aí já vemos a versatilidade dos vinhos que essa uva gera. 

E a versão rosé é uma grata surpresa, como nosso Ca’ Lunghetta Pinot Grigio Rosato 2018.

  • Trata-se de um vinho rosado leve, muito fresco e com um perfil aromático bem diferente dos brancos feitos com a mesma uva.
  • Traz delicadas notas de frutas vermelhas e um toque floral.

Outro detalhe importante é que o Pinot Grigio Rosé é um vinho muito versátil para harmonizar:

  • vai bem com peixes e frutos do mar,
  • massas com molho vermelho,
  • pizzas
  • e até churrasco. 

Churrasco? Sim, o vinho tem um excelente papel digestivo, e vai fazer bonito com as carnes.

Descubra toda a versatilidade desse rosé.