“Um cabernet sauvignon classudo, e da Argentina”.

Lucas Cordeiro

Nem só de Mendoza e da uva malbec vivem os vinhos hermanos.

A Argentina ocupa o terceiro lugar entre os países que mais exportam vinhos para o Brasil – e reserva alguns segredos capazes de surpreender até os mais experientes apreciadores.

É o caso do nosso Chanarmuyo Reserva Edicion Limitada 2014

A primeira surpresa vem da localização dos vinhedos

Uma pequena área de produção da qual talvez você nunca tenha ouvido falar, a Indicação Geográfica Valle de Chanarmuyo, na região de La Rioja.

Localizado a 1720 metros acima do nível do mar, esse vale se beneficia da altitude para equilibrar o calor diurno com as baixas temperaturas da noite.

O que somado a uma excelente exposição solar e pouquíssima umidade, proporciona uma maturação ideal às uvas

Outro diferencial é que ele não é mais um “malbec”, mas sim um classudo cabernet sauvignon.

Amadurecido por 24 meses em barris de carvalho francês.

Logo no primeiro contato, já dá para perceber a elegância deste tinto nos aromas de frutas negras, menta e nuances amadeiradas, cuja intensidade vem sob medida, não cansa.

Na boca, mostra boa estrutura sem ser pesado, os taninos são finos e a acidez, equilibrada.

Sugiro inclusive, para sua melhor expressão, uma aeração de 30 minutos, antes de degustar.

Para completar a preciosidade desta joia, foram produzidas apenas 5 mil garrafas, uma edição limitada

E para que você tenha o prazer de apreciar esse achado argentino, estamos com uma oferta sensacional.

Confira nossos preços!