/Por Tânia Nogueira

Antes que alguém se ofenda com a pergunta, a palavra não se trata de um sinônimo de vinho ou de sua tradução para qualquer outro idioma. VIGNO ou os Vignadores del Carignan é uma associação chilena de produtores, uma marca criada em 2011 para designar um grupo de vinhos da uva carignan produzidos no árido do Vale do Maule a partir de vinhas muito velhas. São vinhos com ótima profundidade aromática e uma boa concentração de taninos já bastante redondos.

Quando jovem, a carignan não costuma render vinhos complexos e estruturados. Então, quando os primeiros VIGNOs chegaram ao mercado, chamaram muito a atenção da crítica e do público. Na época, haviam 12 vinícolas associadas. Hoje são 17.

Durante muitos anos essas vinhas de carignan ficaram esquecidas numa terra que era considerada o fim do mundo. O Maule era conhecido por produzir vinhos baratos. Os vinhos feitos a partir de carignan costumavam ser misturados a outras castas e consumidos pela população local ou vendidos a preço de banana.  

Nos anos 1990, vários produtores renomados do Chile começaram a prestar atenção às vinhas velhas de carignan do Maule que estavam todas nas mãos de pequenos produtores muito simples. Cultivadas num solo árido por mais de 50 anos, essas vinhas podiam render vinhos bastante marcantes. As vinícolas se aproximaram, então, desses agricultores, trocaram experiências com eles e começaram a fazer algumas vinificações.com uvas compradas desses agricultores.

Daí surgiu a VIGNO e, por isso, ela não é só uma marca, tem um caráter social. Só pode levar a marca quem comprar uvas desses pequenos produtores do Maule e pagar um preço justo. Outras regras são ter 65% no mínimo de carignan e vir de vinhas com, no mínimo, 30 anos. Segundo o Cadastro Nacional de Vinhos do Serviço Agrícola e Pecuário (SAG), o Chile possui 851 hectares de vinhedos Carignan, dos quais pouco mais de 700 (82%) estão no Vale do Maule. 

A carignan prefere solos pobres e clima quente e seco como os do Maule. As vinhas velhas por lá têm rendimentos baixos, isso é um dos principais fatores para a qualidade do produto final. As noites frescas colaboram para preservar a acidez do produto. Se você nunca provou, prove.

Bodegas que produzem VIGNO

Alcance, Bodegas RE (importado pela Grand Cru) ,Bouchon (importado pela World Wine), Casas Patronales, Carter Mollenhauer, De Martino (importado pela Decanter), Emiliana (importado pela La Pastina), Garage Wine Co. (importado pela Premium Wines), Gillmore (importado pela Vinhos Mundi), Lapostolle (importado pela Mistral), Miguel Torres (importado pela Qualimpor), Morandé (importado pela Grand Cru), Odfjell (importado pela World Wine), P.S. García , Undurraga (importado pela Inovini), Valdivieso (importado pela Ravin).

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!