/Por Tânia Nogueira

Nos anos 1980 e 1990, o mundo descobriu a até então pouco conhecida região vinícola de Beaujolais. Legalmente, parte da Borgonha, Beaujolais sempre teve menos prestígio do que vizinhos como a Côte de Beaune ou a Côte de Nuits por produzir menos complexos. Para começar, a uva tinta ali usada é diferente do resto da Borgonha. Em vez da pinot noir, ali planta-se a gamay, uma uva considerada menos nobre. 

Mas foi justamente com seu vinho mais simples que Beaujolais conquistou o consumidor de luxo: uma campanha muito bem-sucedida de marketing transformou o beaujolais nouveau em moda entre os endinheirados de Paris, depois de Nova York e, daí, do mundo. Quem viveu aquela época deve lembrar do slogan: “Beaujolais nouveau est arrivé!”, então repetido todos os anos na data de lançamento do vinho, na terceira quinta-feira de novembro.

O beaujolais nouveau é o que se chama na França de “vin de primeur” ou “vin année”, um vinho que é vendido logo após terminar a fermentação poucos meses após a colheita da uva. Vinhos desse estilo sempre existiram e foram consumidos pelas populações locais de regiões vinícolas. São vinhos leves, frescos e bastante frutados. Em geral, baratos e ótimos para acompanhar comida.

Em 1951, a Union Interprofessionnelle des Vins du Beaujolais (UIVB) estabeleceu 15 de novembro como a data de lançamento do vinho jovem da região. Como quanto mais jovem mais típico, criou-se a brincadeira de ter de beber o beaujolais nouveau no dia, ou no máximo na semana, em que ele era lançado, começando assim uma corrida para levar as primeiras garrafas a Paris.

Nos anos 1960, chegou a haver uma corrida de automóveis cujo objetivo era ser o primeiro a chegar em Paris com uma garrafa de beaujolais nouveau. Várias cidades francesas começaram a organizar festas para receber o beaujolais nouveau. Isso atraiu muita mídia. Mas, por umas duas décadas, o consumo de beaujolais permaneceu na França até a década de 1980 quando a moda se espalhou pelo mundo.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!