Qual é o melhor vinho para aquela salada de folhas verdes, com o calor do verão, que você acabou de fazer? A resposta: depende. E o que realmente depende é do tipo de molho que você vai colocar na salada.

Ama um vinagrete azedo? Molho cremoso estilo ranch? Agridoce de gergelim com gengibre? Considere o seguinte: o sabor picante, a cremosidade e a leve doçura de cada um desses estilos, respectivamente, afetarão o sabor do vinho servido. 

Pensar a combinação é um jogo para os sentidos, e pode dar resultados deliciosos. Veja mais:

Sauvignon Blanc com vinagrete

Os temperos azedos e ácidos combinam melhor com vinhos super-azedos, como o Sauvignon Blanc. A maior acidez na comida ganha no seu paladar e realmente tornará o sabor do vinho mais frutado e menos ácido. Da próxima vez, experimente o vinho, depois o molho por si só, depois o vinho novamente – a mudança é reveladora.

Pinot gris com molho cremso

Para molhos cremosos, como ranch, césar ou iogurte, escolha um vinho que tenha bastante corpo, mas também um pouco de acidez para equilibrar a riqueza do molho. Caso contrário, o vinho vai acabar ficando sem gosto. Oregon Pinot Gris ou versões secas da Alsácia (algumas são doces) são ótimas opções.

Riesling e vouvray com molhos agridoces

Molhos doces com um toque apimentado, com um pouco de gengibre, por exemplo, farão os vinhos levemente doces terem menos sabor (e, inversamente, farão os vinhos secos ter um gosto um pouco mais forte). Vouvrays da França e Rieslings secos são grandes parceiros aqui.