/Por Ana Beatriz Miranda

A Albariño, também chamada de Alvarinho, é uma uva branca típica da Península Ibérica. Conhecida por seus vinhos brancos aromáticos e frescos, essa casta é muito celebrada em Portugal e na Espanha. Em terras espanholas, aliás, especificamente na Galícia, ela tem uma festa exclusiva, a Fiesta del Albariño, com vários eventos exaltando suas qualidades. 

No país lusitano, a Alvarinho é uma das principais uvas usadas na elaboração dos Vinhos Verdes, principalmente em Monção e Melgaço, duas sub-regiões da Denominação de Origem Vinhos Verdes. Essa variedade é excelente para compor blends, oferecendo grande riqueza de aromas e frescor, bem como dá origem a varietais expressivos e saborosos. 

Origem da Albariño

Já se sabia que a Albariño era uma uva nascida na Península Ibérica, mas sua origem exata não era conclusiva. Recentemente, pesquisadores descobriram que as sementes mais antigas dessa uva são originárias da cidade de Vigo, na Galícia, Espanha. Dali ela se espalhou para Portugal, se destacando na região dos Vinhos Verdes, no noroeste do país. Ao longo do tempo, a variedade se expandiu para vários outros países produtores, como Brasil, Uruguai, Chile, Argentina, Austrália e Estados Unidos, ainda que ela brilhe mais em Portugal e na Espanha.

Características

A Alvarinho é uma uva pequena, que forma cachos não muito cheios. O brotamento e o amadurecimento são precoces. A casca das uvas é grossa e, por isso, ela suporta temperaturas mais baixas. É uma variedade com alto teor de açúcar, o que a torna propícia para a elaboração de vinhos equilibrados em acidez e álcool. É uma das variedades brancas com boa capacidade de envelhecimento, embora a maioria dos rótulos de Albariño sejam elaborados para consumo rápido, há excelentes representantes envelhecidos em carvalho.  

Aromas e sabores

Em vinhos varietais, a Albariño apresenta coloração amarelo-palha com reflexos esverdeados. Ela se abre em aromas complexos, de muita intensidade, de frutas como maracujá, banana, pêssego, lichia, limão, além de flor de laranjeira, mel, marmelo e avelã. No paladar, é um vinho redondo, cheio de frescor e harmonia. Os blends de Alvarinho têm acidez marcante e certa mineralidade. O caráter ácido do líquido pede comida. São bebidas que harmonizam com frutos do mar, saladas, aves grelhadas e pratos orientais.  

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!