/Por Ana Beatriz Miranda

O vinho californiano tem estilos bastante diversificados, desde os mais simples, para o dia a dia, até os mais elegantes e complexos. A Califórnia é o estado norte-americano que mais produz vinhos dos Estados Unidos — cerca de 85% de todos os exemplares, tendo grande destaque no cenário mundial. 

Existem inúmeras razões para o sucesso vitivinícola da Califórnia. Uma delas é o clima mediterrâneo, propício para o cultivo de videiras. Com sol o ano todo e brisas marítimas frescas, com formação de névoas, as uvas que pedem microclimas mais frios, como a Pinot Noir e a Chardonnay, são privilegiadas, sendo amplamente cultivadas no litoral. As castas que gostam mais de incidência solar, como Cabernet Sauvignon e Merlot, também têm seu espaço, ao longo das colinas californianas.  

A formação variada de solo é outro fator crucial. Na região é possível encontrar argila, areia, pedras vulcânicas, cascalho, granito e riqueza mineral, do fundo do mar. A variação de terrenos, solos e climas favorecem o crescimento saudável e o amadurecimento perfeito das uvas, o que explica o cultivo bem-sucedido de tantas variedades.  

Ao contrário das denominações de origem francesas e italianas, com regras específicas de elaboração e uvas permitidas, a Califórnia possui as AVAs (American Viticultural Areas), relacionadas à divisão do solo. O parâmetro é geográfico, sem especificações de cultivo e produção. Para usar o nome de uma AVA, a bebida deve conter ao menos 85% de uva proveniente de lá. Na Califórnia, há 138 AVAs. 

Embora a produção de vinho seja antiga nos EUA, apenas nos anos 70 que os rótulos conquistaram destaque internacional. Isso aconteceu com um dos mais famosos eventos do mundo do vinho, o Julgamento de Paris. Os vinhos californianos receberam as mais altas pontuações em uma degustação às cegas, desbancando os até então imbatíveis franceses. 

Principais regiões produtoras de vinho californiano

Napa Valley

Napa Valley é a maior das regiões produtoras da Califórnia, sendo uma das maiores do mundo. Napa tem características de terroir ideais para a Cabernet Sauvignon, a Zinfandel, a Merlot, a Chardonnay e a Sauvignon Blanc. A Cabernet Sauvignon é responsável pelos vinhos tintos mais interessantes da região, de qualidade surpreendente e excelente potencial de guarda. Entre os brancos, a Chardonnay se destaca, com rótulos que normalmente passam por barricas de carvalho e têm aromas amanteigados e de baunilha bem característicos. 

Sonoma

Sonoma é uma região menor, com amplas planícies e pequenas encostas, próximas ao Pacífico. A produção de vinhos é menor do que em Napa Valley, com conceito de vinícolas boutique. Sonoma cultiva as mesmas uvas de Napa, mas com perfis diferentes. A Merlot se destaca, com paladar macio, assim como a Pinot Noir, com rótulos leves e frutados. Os vinhos de Cabernet Sauvignon são menos encorpados, mas também de excelência. O sul da região é conhecido pelas melhores casas de espumantes dos EUA.   

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!