/Por Ana Beatriz Miranda

O vinho lambrusco é um frisante italiano que ganhou as taças dos apreciadores da bebida nas últimas décadas. Com seu paladar simples, adocicado e saboroso, o lambrusco saiu da Itália para conquistar o Novo Mundo, principalmente Estados Unidos e Brasil. Por aqui, ele está entre os vinhos mais degustados, atrás dos rótulos argentinos e chilenos. Além de ser o nome do tipo de frisante italiano, lambrusco também nomeia uma família de uvas, com 13 variedades, e a denominação de origem.  

Originário da região de Emilia-Romagna, no norte italiano, o vinho lambrusco é muito antigo. Pesquisadores descobriram indícios de que um vinho era feito pelos etruscos com a uva lambrusco. O frisante de lambrusco foi criado pelos romanos, séculos depois, que faziam a segunda fermentação dentro de ânforas. Os italianos mantiveram a tradição do lambrusco, que é consumido no dia a dia, sobretudo a versão seca. A partir da década de 70, os lambruscos adocicados passaram a ser exportados em grande escala, ganhando fama mundial. 

Os lambruscos são frisantes, mas nem todo frisante é lambrusco. Só pode ser chamado assim os que são feitos na Emilia-Romagna, nas províncias de Modena, Parma, Reggio nell’Emilia e Mantua. A maioria das denominações de origem exige ao menos 85% de uva lambrusco. A malvasia e a acellotta são outras castas bastante utilizadas. Os lambruscos podem ser tintos, brancos ou rosés, com a seguinte classificação quanto à concentração de açúcar: Secco, Semisecco, Amabile ou Doce

Esse célebre frisante costuma ser uma escolha assertiva para os iniciantes no mundo do vinho. O lambrusco possui um perfil fácil de agradar, inclusive os secos, com baixo teor alcoólico, acidez perceptível e sabores frutados. As borbulhas são finas e menos abundantes do que as dos espumantes, produtos de uma fermentação única ou de uma segunda, feita em tanques de aço inoxidável, pelo método Charmat

O vinho lambrusco é festivo, descomplicado e fácil de agradar. Por isso, é uma escolha comum para datas comemorativas. Leve e refrescante, ele é perfeito para ser apreciado sozinho, mas também é muito versátil para harmonizar. Tábuas de queijos e embutidos, petiscos e carnes suínas curadas são excelentes opções. Pizzas, lasanhas e até frutas como pêssego fazem uma boa companhia ao lambrusco. 

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!