/Por Ana Beatriz Miranda

A uva Pinot Grigio faz parte da família Pinot. Ela é uma uva branca, embora sua casca seja acizentada, azulada ou rosada. Daí o nome “grigio”, que significa “cinza” em italiano. Essa variedade também é conhecida como Pinot Gris, seu nome francês, além de colecionar outros nomes, como Pinot Beurot, Auvernat Gris, Ruländer, Grauburgunder, Szürkebarát, Malvoisie e Tokaj-Pinot Gris.  

Origem da uva Pinot Grigio

A Pinot Grigio nasceu na Borgonha, na França, mas foi na Alsácia, bela região do nordeste francês, que ela melhor se estabeleceu. Essa variedade é fruto do cruzamento natural de outras duas uvas da família Pinot, a tinta Pinot Noir e a branca Pinot Blanc. Embora seja originária da França, a Pinot Grigio se tornou uma das brancas mais celebradas do mundo por se destacar na Itália. Por isso seu nome italiano é mais conhecido que os demais. 

Características da Pinot Grigio

A uva Pinot Grigio pode gerar vinhos de estilos muito variados. É possível encontrar excelentes rótulos leves, mas também grandes exemplares encorpados. Secos, adocicados, que passam por barricas ou não. Ela prefere climas mais frios, de forma geral.

Nessas regiões, a Pinot Grigio atinge seu potencial aromático de frutas, flores e toques de especiarias. Os aromas e sabores mais presentes são damasco fresco, pêssego, lima, tangerina, pera, maçã verde, flores silvestres, amêndoas, mel, tomilho e erva-cidreira. Na Itália, os vinhos de Pinot Grigio são mais refrescantes e leves, enquanto os rótulos da França são mais estruturados.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!