/Por Ana Beatriz Miranda

Se tem uma bebida que traz várias dúvidas na hora de harmonizar é o vinho de sobremesa. Embora seja óbvio pelo nome que ele combina com pratos doces, os questionamento vêm na hora da escolha. O que a gente decide primeiro? O vinho ou a sobremesa? Como combiná-los de uma maneira que um não se sobreponha ao outro? Aqui você vai descobrir. No Brasil não é muito comum apreciarmos vinho de sobremesa, mas lá fora, sim. O fato é que a experiência é deliciosamente incrível e fecha a refeição com chave de ouro. 

Tanto faz se você escolher primeiro o vinho ou a sobremesa. O que deve ser feito é pensar primeiro na consistência deles. No caso do vinho, o corpo. Eles devem ser proporcionais. Para receitas doces sutis e leves, opte por vinhos de sobremesa também delicados. Agora se o prato for robusto, à base de leite e ovos, por exemplo, aí o vinho precisa ser potente também.

O vinho de sobremesa pode ser tinto, branco, rosé, espumante, frisante e fortificado. O que o caracteriza é o dulçor no paladar, havendo várias técnicas de elaboração. Quanto ao nível de doçura, o vinho deve sempre ser igual ou mais doce do que a sobremesa, mas seus sabores devem ser complementares ao do prato. Por fim, a bebida deve sempre ser servida gelada, o que minimiza o dulçor no paladar e proporciona uma sensação prazerosa.   

Tipos de sobremesas e vinho de sobremesa para acompanhar

Sobremesa com chocolate

Receitas à base de chocolate, seja bolos, brownies, tortas e mousses, combinam com vinhos mais potentes, já que o chocolate tem sabor marcante. Vinhos fortificados, como o do Porto, ou vinhos tintos doces são escolhas certeiras. 

Sobremesa com frutas

Tortas de frutas, saladas de frutas, cheesecake com calda de frutas, todas essas delícias pedem vinhos de sobremesas mais leves, que podem ter toques cítricos, se a receita tiver mais frutas ácidas. Vinhos ou espumantes brancos ou rosés feitos com a uva Moscato são ótimas harmonizações. 

Sobremesa à base de ovos e leite

As receitas mais incrementadas, com ovos e leite, como manjar, pudim, creme brûlée, pastel de Belém, precisam ser equilibradas com vinhos que também trazem uma textura aveludada e suave na boca, como os elaborados pelo método late harvest, colheita tardia. 

Sobremesa com doce de leite

O doce de leite é naturalmente muito adocicado. Se a sobremesa levar doce de leite em sua composição, o vinho de harmonização deve amenizar a doçura. Por isso, os vinhos de sobremesa feitos pelo método de congelamento das uvas, os Ice Wines, são excelentes, já que a acidez considerável ajuda a “limpar” o paladar. 

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!