/Por Ana Beatriz Miranda

O vinho late harvest é feito a partir de uvas que ficaram mais tempo nas videiras, mesmo depois de maduras. Como o nome em inglês já diz, são uvas de colheita tardia. O resultado é uma bebida doce, mas nada enjoativa, devido à alta acidez. Ao ser deixada mais tempo nas videiras, as uvas perdem água e se tornam concentradas em açúcar, com a aparência de uva-passa. O vinho late harvest é perfeito para acompanhar sobremesas, em uma harmonização por afinidade, ou queijos azuis, por contraste. Ele também é comumente servido como aperitivo ou digestivo. 

Sabe a “podridão nobre“? Então! As uvas botritizadas são de colheita tardia. Elas passam do ponto de vindima normal e são atacadas pelo fungo Botrytis cinerea, que a desidratam, concentrando açúcares. Os vinhos doces mais famosos e caros do mundo são elaborados a partir desse processo, como o francês Sauternes e o húngaro Tokaji

O advento do vinho late harvest

Embora seja uma técnica elaborada, que requer cuidados muito especiais, o late harvest foi descoberto acidentalmente, na Alemanha, no século 18. Naquela época, os príncipes-bispos eram a autoridade máxima. Os produtores de vinhos tinham que esperar a autorização deles para colher as uvas. Perto da vindima, mensageiros se apressavam para obter a permissão em tempo das uvas amadurecerem perfeitamente. 

Contudo, um deles se atrasou e demorou muito para levar de volta a autorização de colheita. Logo, as uvas estavam supermaduras, já murchando. Ainda assim, para que a safra não fosse perdida, elas foram colhidas e vinificadas. O vinho resultante surpreendeu a todos pela riqueza de aromas e sabores, dando origem à técnica do late harvest. O processo foi aperfeiçoado e se espalhou pelo mundo, tornando- se o principal na elaboração de vinhos doces requintados.  

Atualmente há vinhos de colheita tardia feitos com diversas variedades de uvas, geralmente brancas pela casca mais fina, como Riesling, Furmint, Sauvignon Blanc, Sémillon, Gerwürztraimer e Moscato. Os preços variam bastante, mas existem exemplares muito acessíveis e de excelente qualidade, do Velho Mundo ou do Novo Mundo. Se você ainda não provou, vale a pena desbravar o vinho late harvest e se encantar por sua doçura equilibrada e irreverente.  

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!