/Por Carolina Almeida

A pesquisa da Universidade de Medicina da China apontou que o tanino – polifenol encontrado em grandes quantidades em uvas e vinhos tintos – pode inibir duas enzimas-chave da covid-19, controlando o crescimento do vírus e amenizando infecções graves desencadeadas por ele. A informação foi divulgada pela TVBS, rede de televisão de Taiwan.

O objetivo do estudo, de acordo com o presidente da universidade, Mien-Chie Hung, era encontrar compostos naturais que pudessem agir sobre o vírus, e, durante os testes, o tanino apresentou uma forte capacidade anti-inflamatória e inibitória da atividade do coronavírus. Vale lembrar que, apesar de o resultado do estudo ser animador, ainda não existe nenhum alimento, remédio ou tratamento capaz de prevenir a doença causada pelo vírus.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!