/Por Carolina Almeida

Uma joint venture entre a vinícola italiana Fontanafredda e a FPT Industrial, produtora de motores a diesel, pretende produzir o primeiro vinho Barolo carbono-zero do mundo. O projeto foi iniciado neste ano e prevê para 2025 a primeira garrafa do vinho DOCG (Denominação de Origem Controlada e Garantida) totalmente sustentável.

Para isso, a montadora irá fornecer dois tratores para vinha movidos a biometano (combustível obtido a partir de resíduos agrícolas), que foram desenvolvidos com base em um trator de esteira para vinhedos da New Holland Agriculture. Esse é o último passo para zerar as emissões de carbono da vinícola.

Além de vinhedos orgânicos e certificados, há anos a Fontanafredda – fundada por Vittorio Emanuele II, o primeiro rei da Itália, em 1858 – está alinhada a práticas sustentáveis: a água é reaproveitada e purificada antes de ser descartada e as embalagens são produzidas a partir de materiais recicláveis.

A energia utilizada na produção é 100% solar e até mesmo as rolhas que vedam os vinhos são “amigas do meio ambiente”, inteiriças e manuseadas por empresas que garantem a proteção da natureza, com o mínimo impacto ambiental possível.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!