/Por Ana Beatriz Miranda

A colheita das uvas é chamada de vindima.

Esse processo pode considerar o momento da retirada das uvas das videiras até o início da produção do vinho ou apenas a colheita propriamente dita.

De qualquer forma, é uma etapa crucial e requer muitos cuidados.

A vindima demora meses.

O tempo varia de acordo com as variedades das uvas e as condições climáticas do ano. Viticultor e enólogo acompanham de perto o amadurecimento das uvas.

A colheita é sempre um momento de comemoração nas vinícolas. Marca o fim da maturação das castas e também encerra todas as preocupações com as adversidades que podem acometê-las. 

O momento ideal de colher as uvas é quando elas atingem a quantidade esperada de açúcar e acidez. Por isso, esses dois elementos são constantemente medidos, com os frutos ainda nos vinhedos.

Além disso, o solo também é examinado frequentemente. Tudo para garantir que as uvas amadureçam perfeitamente, de acordo com seus próprios tempos.

Existem uvas de amadurecimento precoce e outras que demoram mais nas vinhas. Esses detalhes têm relação com o ciclo da videira e são de conhecimento do viticultor. 

De forma geral, durante esse ciclo, as podas são feitas no outono.

As videiras ficam sem folhas e algumas fazer um repouso hibernal no inverno. Na primavera, elas brotam, se ramificam, florescem e frutificam.

No verão, as uvas amadurecem e começam a ser colhidas. A vindima pode durar até o início do outono.  

Vindima: tipos de colheita

Quanto aos tipos de colheita, ela pode ser manual ou mecânica. Antigamente, é claro, antes do advento das máquinas agrícolas, as uvas era colhidas apenas manualmente.

Hoje essa técnica é usada apenas para vinhos de produção pequena, a partir de vinhas velhas, que requerem cuidados especiais. 

A colheita mecânica é feita em maior quantidade, sobretudo em vinhedos plantados em terrenos planos. É a primeira escolha para a elaboração de vinhos de consumo imediato.

Nem a colheita manual e nem a colheita mecânica têm a ver com qualidade.

Há vinhos de altíssimo nível feitos com uvas colhidas por máquina, da mesma forma que existem exemplares medíocres feitos com uvas colhidas manualmente. 

Além desses dois tipos, existem as colheitas diferenciadas, como as usadas nos vinhos late harvest ou vinhos doces feitos de uvas que congelam no vinhedo.

No caso do late harvest, as uvas são colhidas depois do tempo propositalmente, para concentrarem açúcares, aromas e sabores.

A colheita noturna é uma outra forma que tem ganhado adeptos mundo afora. Devido ao fato das temperaturas à noite serem mais amenas, muitos produtores preferem colher os frutos nesse período, preservando mais as características intrínsecas das uvas. 

vinho
Turquia
Região: Aegean
2017 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Doluca Tugra Bogazkere 2017
R$ 356,00
MAIS DETALHES
vinho
Turquia
Região: Aegean
2019 / 750 ml / ROSE
Vinho Rosé Myrina Kavaklidere 2019
R$ 239,00
MAIS DETALHES
vinho
Turquia
Região: Aegean
2019 / 750 ml / Rosé
Vinho Rosé Villa Doluca Klasik 2019
R$ 87,55
MAIS DETALHES
vinho
Romenia
Região: Dealurile Munteniei
2018 / 750 ml / Tinto
La Crama 2018
R$ 104,00
MAIS DETALHES
vinho
Turquia
Região: Central Anatolia
2019 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Ancyra Kavaklidere Kalecik Karasi 2019
R$ 227,00
MAIS DETALHES
vinho
Moldávia
Região: South of Moldavia
2019 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Grape Angel Premium Merlot Rara Neagra 2019
R$ 107,00
MAIS DETALHES
vinho
Moldávia
Região: Valul lui Traian
2018 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Imperial Vin Reserve Cabernet 2018
R$ 107,00
MAIS DETALHES
vinho
Moldávia
Região: Stefan Voda
2017 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Equinox 5 Elemente 2017
R$ 569,00
MAIS DETALHES
vinho
Moldávia
Região: Stefan Voda
2017 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Equinox Cabernet Sauvignon Rezerva 2017
R$ 569,00
MAIS DETALHES
vinho
Eslovênia
Região: Goriska Brda
2013 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Dobuje Selection Crno 2013
R$ 528,00
MAIS DETALHES