/Por Ana Beatriz Miranda

O vinho Marsala está para a Itália assim como o vinho do Porto está para Portugal. É uma bebida feita a partir da técnica de fortificação, na cidade homônima, Marsala, uma belíssima cidade que fica a oeste de Sicília. Esse vinho é elaborado na denominação de origem controlada e deve seguir regras de cultivo e produção. Há vários estilos de Marsala, brancos e tintos, e com diferentes classificações quanto à quantidade de açúcar residual. Eles podem ser secos, meio secos ou doces. 

A fama do vinho Marsala

No século 18, os ingleses eram ávidos consumidores de vinhos fortificados, sobretudo os portugueses vinho do Porto e vinho Madeira, e os jerezes espanhóis. Certa vez, em 1773, um comerciante inglês teve que desembarcar em Marsala para se proteger de uma tempestade, ainda que não fosse seu destino.

Lá ele provou o vinho local e se encantou com seus aromas e sabores. Seu nome era John Woodhouse. Ele resolveu levar o vinho para a Inglaterra e, para conservá-lo, adicionou álcool a ele. Assim, a bebida chegou ainda mais intensa em terras inglesas, conquistando rapidamente o mercado. 

Com o sucesso veio o uso inapropriado do nome Marsala por produtores sem qualidade. Foi o estopim para a criação da denominação de origem, em 1969, que recuperou a boa reputação desse fortificado. O vinho Marsala deve ser elaborado na província de Trapani, além dos municípios de Alcamo, Pantelleria e Favignana

O vinho base é fermentado normalmente e, em seguida, é adicionado álcool de origem vegetal ao mosto cozido ou concentrado. Esse processo é chamado de curtir o vinho base, originando o vinho curtido. Ele fica curtindo em barricas por pelo menos um ano. 

Classificação quanto ao amadurecimento

Marsala Fine

Mínimo de um ano envelhecendo; teor alcoólico de pelo menos 17%; pode ser Âmbar, Ouro ou Rubi. 

Superiore

Mínimo de dois anos envelhecendo; teor alcoólico de pelo menos 18%; pode ser Âmbar, Ouro ou Rubi. 

Superiore Riserva

Mínimo de quatro anos envelhecendo; teor alcoólico de pelo menos 18%; pode ser Âmbar, Ouro ou Rubi. 

Vergine ou Soleras

Mínimo de cinco anos envelhecendo; teor alcoólico de pelo menos 18; não pode acrescentar mosto cozido ou concentrado.

Vergine Stravecchio ou Riserva

Mínimo de 10 anos envelhecendo; teor alcoólico de pelo menos 18; não pode acrescentar mosto cozido ou concentrado.

vinho
Região:
180ml / TACA
Taças de Vinho do Porto - 2 Taças
R$ 70,00
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Douro
750 ml / VINHOS
Vinho Do Porto Quinta Do Portal Porto Alegre Ruby
R$ 101,00
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Douro
750 ml / Tinto
Vinho Do Porto Quinta Da Pacheca Porto Tawny 10 Anos Old
R$ 367,00
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Douro
2016 / 750 ml / TINTO
Vinho Do Porto Quinta Do Portal Fine Ruby
R$ 159,00
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Douro
750 ml / BRANCO
Vinho Do Porto Quinta Do Portal Fine White
R$ 159,00
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Douro
2016 / 750 ml / TINTO
Vinho Do Porto Quinta Do Portal Porto Alegre Tawny
R$ 109,00
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Douro
750 ml / TINTO
Vinho Do Porto Quinta Da Pacheca Tawny
R$ 168,00
MAIS DETALHES