/Por Ana Beatriz Miranda

Todo enófilo sabe que vinho e carne são uma combinação perfeita. Pizzas, queijos e massas também são harmonizações populares com nossa bebida favorita. Mas e comida vegetariana e vinho? Será que os dois ficam bons juntos? É claro que sim. 

A comida vegetariana é feita sem carne, mas permite o consumo de queijos, ovos e  laticínios. O veganismo é que corta tudo de origem animal. Para harmonizar esse tipo de comida com vinho, é preciso ter atenção ao peso da receita e da bebida. Pratos leves combinam com exemplares leves, enquanto os mais estruturados pedem rótulos robustos. 

Comida vegetariana e vinho branco

Os vinhos brancos são geralmente leves e frescos, com acidez marcante. Eles combinam com receitas vegetarianas que também tenham leveza, como saladas de folhas verdes e tomate, quiches de legumes, sanduíches de queijo e tomate, tabule, massa ao molho branco ou ao pesto, tábua de queijos, risoto de limão siliciano e pizza caprese.

Comida vegetariana e vinho rosé

Os vinhos rosés possuem boa acidez, mas são mais encorpados que os brancos, de forma geral, por causa do toque dos taninos. De forma geral, você pode combinar um belo rosé com curry vegetariano, salada com cogumelos, tomate recheado de queijo, bruschetta de queijo e tomate, salada caprese, moqueca de banana-da-terra, yakissoba de legumes, quiche de palmito com tomate seco e caponata de berinjela. 

Comida vegetariana e vinho tinto

Para harmonizar com comida vegetariana, o vinho tinto precisa ser mais jovem e leve, sem ou com breve passagem por barricas de carvalho. Risoto de brie, risoto funghi, pizza de muçarela, pizza de margherita, pizza quatro queijos, tortas de legumes, lasanha de berinjela, legumes assados, ratatouille, ensopados, polenta com queijo e mix de cogumelos na manteiga.