Foi um verão escaldante em todo o Mediterrâneo, com incêndios florestais causando destruição sem precedentes na França, Turquia, Grécia e sul da Itália. Os produtores em muitas das regiões vinícolas dos países foram forçados a começar a planejar uma colheita extenuante, prejudicada por danos à infraestrutura, escassez de mão de obra e contaminação por fumaça.

Grécia

As cenas na Grécia foram descritas como ‘apocalípticas’. Atenas foi engolfada por uma nuvem de fumaça e cinzas, enquanto os incêndios queimavam a nordeste da capital grega. O incidente mais sério, no norte de Evia, deixou a ilha em chamas por dez dias consecutivos.

Embora as áreas de vinhedos não tenham sido, até agora, consumidas pelas chamas, os produtores estão em alerta máximo. As temperaturas permanecem altas e os ventos fortes mudam de direção com frequência e violência.

Devido à proximidade das chamas com os vinhedos, existe uma possibilidade de que o odor de fumaça afete a produção deste ano.

Sicília

A Sicília registrou a maior temperatura observada na Europa desde o início dos registros: 48,8ºC, perto da cidade de Siracusa. As áreas de vinha foram poupadas até agora. Laurent de la Gatinais, presidente da Assovini Sicilia, descreveu como ‘alimentados por temperaturas recordes, incêndios eclodiram em toda a Sicília no mês passado, com grandes danos à paisagem em diferentes partes da ilha.’

Tanto Gatinais quanto Antonio Rallo, proprietário e enólogo da Donnafuggata, afirmam não haver, até o momento, risco de contaminação por fumaça. As perspectivas para a safra deste ano, que a onda de calor antecipou e já está em andamento, continuam extremamente positivas.

Portugal

Abençoado com um verão ameno, Portugal vive agora também uma onda de calor, com frentes de fogo ativas em Beja (Alentejo), Baião (perto do Porto) e Castro Marim (leste do Algarve, fronteira com Espanha). As devastação causadas pelos incêndios de 2017 estão muito frescas na memória coletiva, com muitos produtores de vinho ainda tentando superar a perda de vinhedos, vinícolas e entes queridos.

Os eventos deste mês são mais um episódio dramático em um ano tumultuado, durante o qual o impacto das mudanças climáticas se tornou muito palpável. As geadas na França, as inundações no oeste da Alemanha, chuvas torrenciais e deslizamentos de terra no norte da Itália e agora os incêndios que devastam o sul da Europa, Oregon e Califórnia, alimentaram um apelo por uma ação urgente de longo prazo, bem como por um planejamento adequado de catástrofes e mitigação de desastres estratégias.

vinho
Brasil
Região: Serra do Sudeste
2010 / 750 ml / TINTO
Lidio Carraro Grande Vindima Tannat 2010
R$ 474,00
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Rioja
2016 / 750 ml / Tinto
Generacion Mc 2016
R$ 355,00
MAIS DETALHES
vinho
Chile
Região: Valle del Maipo
2015 / 750 ml / TINTO
Echeverria Quasar Wines Limited Edition Syrah 2015
R$ 204,00
MAIS DETALHES
vinho
Itália
Região: Piemonte
2015 / 750 ml / Tinto
Crocera 2015 Dasti Supreme - Tinto
R$ 224,00
MAIS DETALHES
vinho
Argentina
Região: Mendoza
2017 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Finca Trapezio Grand Barrel Selection Malbec 2017
R$ 105,00
MAIS DETALHES
vinho
Itália
Região: Sicilia
2016 / 750 ml / Tinto
Zabu Nero D Avola 2016
R$ 86,00
MAIS DETALHES
vinho
França
Região: Bordeaux
2016 / 750 ML / TINTO
Chateau Picque Caillou 2016
R$ 636,00
MAIS DETALHES
vinho
França
Região: Bordeaux
2016 / 750 ml / Tinto
Chateau Fourcas Hosten 2016
R$ 500,00
MAIS DETALHES
vinho
Estados-sdm-pais-Unidos
Região: Livermore Valley, California
2015 / 750 ml / Tinto
Charles Wetmore Single Vineyard 2015
R$ 235,00
MAIS DETALHES