/Por Ana Beatriz Miranda

Quem acha que vinho só combina com temperaturas mais baixas se engana muito. A bebida também é a cara do verão. Basta escolher os tipos certos para trazer mais leveza e frescor para a estação. Se a ocasião for apreciar um bom rótulo na praia, confira dicas imperdíveis para acertar em cheio na escolha.  

Vinho para levar para praia

Vinhos vedados com screw cap

A tampa de rosca (screw cap) é muito mais fácil e prática de abrir do que vinhos vedados com rolha, seja de cortiça ou sintética. Sendo assim, opte por vinhos vedados com screw cap para levar à praia.

Normalmente, são exemplares jovens, frescos e frutados, ideais para serem consumidos sob o sol. Brancos e rosés são mais refrescantes, por causa da acidez, e por causa da temperatura mais baixa de serviço. Mas nada impede que você deguste um tinto bem leve, sem passagem por barricas de carvalho, é claro.

Vinho rosé

O vinho rosé é charmoso, elegante, fresco e é maravilhoso para levar para a praia. Sobretudo, se você for aproveitar os petiscos servidos à beira-mar, geralmente peixes, frutos do mar, saladas e frituras.

Vinho branco e vinho verde

O vinho branco também é uma escolha perfeita para ser apreciado nas areias. A dica é escolher uma uva que seja bastante ácida, como a Riesling, a Sauvignon Blanc e a Alvarinho, por exemplo, da safra do ano ou do ano anterior.

O vinho verde, que na verdade é um estilo de vinho branco muito refrescante, elaborado em uma região específica de Portugal, é uma opção sensacional.

Frisante

O frisante é um vinho borbulhante que remete ao espumante, mas tem bem menos perlage. Geralmente é adocicado. Existem frisantes brancos, tintos e rosés e eles são descomplicados e fáceis de saborear.

O lambrusco italiano é o frisante mais conhecido do mundo. É um vinho delicioso para ser apreciado sozinho, mas também vai bem com pratos variados.

Espumante

Claro que o espumante não poderia faltar! Escolha um exemplar que seja elaborado pelo método Charmat, geralmente mais fresco e frutado do que um feito pelo método Tradicional. O prosecco é uma escolha certeira.

O espumante pétillant naturel, chamado carinhosamente de pét-nat, é outra excelente escolha. Ela passa por só uma fermentação e é feito a partir de uvas orgânicas ou biodinâmicas. São vedados normalmente com tampinha de coroa. É uma bebida refrescante, divertida e delicada.