/Por Ana Beatriz Miranda

Para o verão, com seus dias quentes e noites agradáveis, nada melhor que vinhos refrescantes. Além de trazer leveza e frescor para a estação mais calorosa do ano, esses exemplares são ótimos para harmonizar com comidas leves. Os vinhos refrescantes devem ser servidos mais resfriados, cumprindo muito bem o papel de aliviar a sensação de calor.

O vinho refrescante é aquele que tem boa acidez, característica que estimula a produção de saliva e traz frescor. Geralmente, os brancos e os espumantes são mais ácidos e, por isso, mais refrescantes.

Algumas uvas têm uma maior concentração de ácidos, sendo naturalmente mais frescas, como a Riesling, a Sauvignon Blanc, a Arinto e a Alvarinho, entre as brancas. Há tintas que também destacam a acidez, como a Nebbiolo, a Sangiovese e a Malbec.

Vinhos brancos

Os vinhos brancos mais refrescantes são os jovens, de safras recentes, sem amadurecimento. Se está em busca de um exemplar fresco para o verão, escolha um branco do ano anterior, elaborado com uvas conhecidamente mais ácidas. Ou um belo vinho verde, naturalmente cheio de frescor.

É muito importante ter atenção com a temperatura de serviço. Para ser apreciado em seu potencial, o vinho deve ser servido na temperatura correta. Os brancos pedem de 8 a 12 °C. Para harmonizar, vale entradinhas, petiscos, saladas. Mas eles também vão muito bem sozinhos.

Espumantes

Junto com o vinho branco, o espumante é um dos queridinhos do verão. Ele também deve ser servido gelado, de 6 a 8 °C para os brancos e 8 a 12 °C para os rosés. Alguns espumantes são mais frescos do que outros. O italiano prosecco, por exemplo, costuma ser mais refrescante do que os elaborados através do método Tradicional.

A segunda fermentação do prosecco é feita em tanques de aço inoxidável, ao contrário do champanhe e do cava, que ocorre dentro das próprias garrafas. Sendo assim, o prosecco traz notas mais frutadas e menos cremosas. Então, se for escolher um espumante, é legal saber a técnica usada na vinificação.

Vinhos rosés

Os rosés também são boas companhias para as temperaturas altas. Eles têm boa acidez, sobretudo os mais jovens, e devem ser servidos de 10 a 12 °C. São ideais para harmonizar com entradinhas, aperitivos, snacks, mas também sustentam pratos leves à base de frutos do mar.

Vinhos tintos

Se você pensou que os tintos não têm vez no verão, se enganou. Há tintos excelentes para essa estação. A dica é apreciá-los no fim de tarde, numa sunset party, ou à noite.

Escolha rótulos elaborados por uvas mais ácidas, como Nebbiolo, Sangiovese e Malbec, ou menos tânicas, como a Pinot Noir e a Gamay. Busque safras recentes e exemplares que não tenham amadurecido em madeira, que terão corpo mais leve.

Os tintos refrescantes devem ser servidos mais gelados, de 12 a 14 °C. Eles ficam incríveis sozinhos, porém são versáteis e combinam com uma ampla gama de receitas descomplicadas e práticas, típicas da estação mais festiva do ano. 

vinho
Portugal
Região: Minho
2018 / 750 ml / ROSE
Vinho Rose Galodoro D.O.C. Vinho Verde
R$ 64,80
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Minho
750 ml / BRANCO
Vinho Branco Maria Saudade D.O.C Vinho Verde
R$ 72,00
MAIS DETALHES
vinho
Portugal
Região: Minho
2017 / 750 ml / BRANCO
Trevo D.O.C. Vinho Verde 2017
R$ 82,00
MAIS DETALHES