/Por Ana Beatriz Miranda

Depois que você aprende a usar o saca-rolha para abrir um vinho, fica superfácil retirar o vedante. Do mesmo jeito que abrir uma garrafa screw cap (tampa de rosca) após entender o movimento correto é tranquilo. Mas além das maneiras tradicionais de se abrir, há algumas inusitadas e até performáticas.

O saca-rolhas é sem dúvida a forma mais fácil de abrir o vinho. Seja de um estágio, dois estágios, de lâmina, de abas, de rosca ou  elétrico. Contudo, pode acontecer de não ter o bendito do acessório na hora de degustar. O que fazer? Confira formas diferentes de abrir um vinho.

Formas diferentes de abrir um vinho

Pregos ou parafuso

Uma boa saída é inserir quatro pretos enfileirados na rolha, deixando a pontinha de fora. Aí é hora de puxar com a parte de trás do martelo. Também dá certo com um parafuso. A dica é fazer tudo com bastante delicadeza e paciência.

Empurre a rolha para dentro

Se não tem como retirá-la, empurre a rolha para dentro. Não precisa se preocupar que o sabor da bebida não ficará comprometido. Porém, pode ser que a rolha esfarele um pouco. Se isso acontecer, é só filtrar o vinho com uma peneira e colocá-lo no decanter.

Use seu sapato

Sim, é possível abrir uma garrafa de vinho com um sapato. Essa técnica faz sucesso na internet, é para lá de diferentona, mas requer muita atenção. O sapato tem que ter solado reto, sem salto. Encaixe a garrafa de vinho dentro dele, onde fica o calcanhar.

Aí é só bater em uma parede de forma contínua, inclinando um pouco a garrafa para baixo. A pressão criada faz com que a rolha comece a ser expulsa. Não deixe ela sair toda para não derramar o vinho, já que ele estará na posição horizontal.

Sabrage

O método sabrage é impressionante e o mais cenográfico de todos. Trata-se da degola do gargalo de espumantes. Originalmente era usado um sabre para fazer isso. Daí o nome sabrage. Mas é possível fazer com uma faca grande e pesada.

Acredita-se que a técnica tenha sido inventada, no século 18, por ninguém menos que Napoleão Bonaparte. Ao celebrar a vitória de uma batalha, ele abriu uma garrafa de champanhe com sua espada, criando um ritual.

Além da faca, é possível abrir o espumante com a base de uma taça de vinho, desde que ela não seja de cristal porque pode quebrar. Para abrir com o sabrage, o espumante deve estar na temperatura adequada de serviço, de 6 a 10 ºC.

Não sacuda a garrafa para não aumentar a pressão interna. Tire a gaiola delicadamente e enxugue a garrafa para que ela não escorregue. Aí é hora de se preparar e posicionar a garrafa no ângulo de 45º. Localize a emenda do vidro entre o gargalo e o corpo da garrafa, o local onde você vai aplicar o golpe certeiro.

Treine algumas vezes e, quando sentir que é o momento, deslize a faca ou a base da taça com força média até atingir a emenda. Se tudo correr bem, os pedacinhos de vidro vão voar e a garrafa vai abrir de forma exuberante.

Cortar o gargalo esquentando o vidro

Esse é para profissionais apenas. O método de esquentar o gargalo até ele ficar incandescente e poder ser cortado é feito para preservar rolhas de vinhos raros e antiquíssimos. Funciona assim: é usado um anel um pouco mais largo que a circunferência do gargalo.

Ele é esquentado até ficar avermelhado e colocado com uma pinça-tesoura em volta do gargalo. Por causa da temperatura, é feito um corte limpo na garrafa. Aí é só retirar a parte cortada, passar um pincel para retirar quaisquer resíduos do vidro e remover a rolha intacta.