/Por Ana Beatriz Miranda

Se você é do tipo que adora experiências diferentes e inusitadas, o mundo do vinho é seu lugar. A quantidade de estilos de exemplares é gigantesca, da mesma forma que há um número imenso de uvas viníferas. Para se ter uma ideia, para provar uma rótulo feito com uma casca diferente por semana, uma pessoa demoraria pelo menos 40 anos para concluir a tarefa!

Existem as variedades mais conhecidas e também as mais raras, que valem demais conhecer. Confira cinco uvas raras para desbravar novos sabores!

Uva Baga

Uma uva autóctone de Portugal, a Baga dá origem a rosés famosos, mas também tintos de qualidade surpreendente, sendo comparados aos clássicos Amarones italianos.

Para elaborá-los, os produtores usam vinhas velhas com rendimento controlado. São bebidas com boa concentração de taninos, além de acidez na medida certa para envelhecer bem. Os aromas mais comuns dos varietais de Baga são cereja azeda seca, groselha, amora, cacau, alcatrão e notas terrosas.

Uva Refosco

A Refosco é na verdade uma família de uvas encantadora. A Refosco dal Penduncolo Rosso é uma integrante que dá origem a vinhos ricos e inebriantes. Ela é a mãe da Corvina, uva do Amarone. Ao degustar um varietal de Refosco, é possível sentir aromas de cereja, amora, ervas resinosas e florais, café espresso e incenso. No paladar, muito acidez e corpo.

Uva Xinomavro

A pronúncia é complicada (ksino-mavi-ró), mas essa uva de origem grega é fantástica. Ela lembra os melhores barolos, com uma lembrança de um tempranillo envelhecido. Os varietais de Xinomavro são expressivos, muito tânicos e muito ácidos, só que com um equilíbrio perfeito. Os aromas predominantes são framboesa, ameixa em compota, pimenta da Jamaica, anis e folha de tabaco.

Uva St. Laurent

Essa variedade é uma das uvas raras mais interessantes. Ela é da Europa Oriental. Em tcheco, se fala Svätovavrinecké Laurent. Então é melhor usar o abreviado mesmo. Ela lembra muito a Pinot Noir, porém, é mais viva e vibrante. Traz um lado ousado e sexy que poucos pinots têm. Os aromas são de amora, framboesa, cogumelo, temperos e cacau em pó.

Uva Listán Negro

A uva Listán Negro é das Ilhas Canárias, arquipélago espanhol. Ela é exótica e remete à Garnacha, mas com menos álcool perceptível. Só que sua essência é absolutamente única. Os sabores mesclam um lado intensamente frutado com outro superterroso.

Muitos exemplares de Listán Negro passam por um processo chamado maceração carbônica que traz aromas e sabores de banana. O objetivo é reduzir características herbáceas em excesso. Os aromas típicos são de cereja, morango, banana, pimenta e ervas florais.