/Por Ana Beatriz Miranda

Às vezes a gente está com a adega cheia, mas a geladeira nem tanto. Como fazer uma harmonização rápida, fácil e ainda assim elegante? Com ingredientes básicos do dia a dia é mais que possível. Confira pratos simples que se tornam sofisticados com o vinho perfeito.  

Pasta alla puttanesca e vinho Barbera

Uma belíssima e italianíssima pasta alla puttanesca é um grande clássico que quebra galho no jantar improvisado. A massa pode ser a que você tiver, mas espaguete é a mais tradicional. Ela leva azeite, alho, tomates pelatos em lata, anchovas, azeitonas, alcaparras, sal, pimenta-do-reino e pimenta calabresa.

Para harmonizar, um vinho feito de Barbera não tem igual. Ele costuma vir do Piemonte e pede pratos de sabores ricos. A acidez marcante dessa uva combina com a dos tomates e equilibra os sabores intensos da azeitona, anchova e alcaparra.

Tortilla espanhola e espumante cava

A tortilla é um dos pratos mais apreciados na Espanha. É uma omelete feita com ingredientes básicos que todo mundo tem em casa, batata e cebola, deliciosamente fácil de preparar.

Os ingredientes são apenas ovos, batata, cebola, azeite e sal. Mas você pode incrementar com o que quiser. O espumante cava funciona bem na harmonização porque a acidez e as borbulham “limpam” o paladar, convidando à próxima garfada. Um cava reserva, então, ficará ainda mais interessante, por causa da textura e complexidade.

Caso você não tenha ovos, pode fazer uma versão assada de batatas fatiadas finas, cebolas e caldo de legumes. Aí a receita vira batatas Boulangère.   

Batata-doce com especiarias e vinho de Zinfandel

A batata-doce é elevada a outro patamar quando temperada com especiarias diversas e colocada na churrasqueira ou até no forno. Ela ganha complexidade e sabores ricos defumados. Aí você pode usar o que tiver em casa, cominho, páprica, pimenta caiena, alho em pó, pimenta calabresa, orégano, combinar com milho e pimentão na brasa.

Na hora de harmonizar, o Zinfandel traz a ousadia necessária para tanto sabor. Os taninos e o corpo do vinho são suficientes para equilibrar a batata-doce. Simplesmente delicioso!

Shakshuka e vinho Nerello Mascalese

A shakshuka é um prato típico de brunch, feita com ovos escalfados cozidos em molho de tomate. Os ingredientes são ovos, cebola, pimentão vermelho assado, uma lata de tomate pelato inteiro, pimenta-do-reino, cominho, páprica e sal.

Para harmonizar, o par perfeito é o vinho Nerello Mascalese. É uma uva italiana, da Sicília, cultivada em solos vulcânicos do Monte Etna. Trata-se de um tinto leve, mas com alta acidez, aromas de cereja, tomilho e especiarias que combinam perfeitamente com os temperos da shakshuka.