Pensou no verão, logo vêm à mente sol, piscina e água fresca. A cena clássica não pode deixar o vinho de fora, mas a bebida precisa ter algumas características certas para fazer uma harmonização perfeita. Confira:

Com gelo

Assim como nas baladas de Saint-Tropez, muita gente consome vinho rosé com gelo. Se optar por fazer como os franceses, escolha vinhos mais aromáticos e com grau de doçura maior, pois o gelo esfria mas também dilui a bebida. 

Com frutas

Além dos coquetéis, como sangria e clericot, incrementar seu vinho com frutas congeladas ajuda a manter a temperatura baixa. Prove morango com espumante rosé, abacaxi com branco leve ou uvas com espumante brut.

No drinque

Segundo o mixologista Alê d’Agostinho, do Apothek Cocktails & Co., por terem mais estrutura, os espumantes ice são realmente muito bons para a coquetelaria – uma categoria que foi inspirada no vinho Rosé Piscine

Do Minho

A grande região portuguesa demarcada como a dos Vinhos Verdes produz vinhos excelentes para o clima quente. Os brancos, normalmente, são leves e refrescantes, com sutis aromas cítricos e de frutas tropicais.

Com comida

Frituras, queijos, castanhas… petiscos de piscina pedem vinhos gastronômicos, aqueles que têm boa acidez – até um leve amargor no final da boca –, o que limpa o paladar entre uma bocada e outra.

Com acidez

Aliás, essa característica é o que não pode faltar em um vinho: é ela que nos faz salivar mais, o que induz a mais um gole sem que a bebida fique enjoativa. São vinhos que não precisam nem ser harmonizados!

vinho
Portugal
Região: Minho
750 ml / BRANCO
Vinho Branco Maria Saudade D.o.c Vinho Verde
R$ 81,18
MAIS DETALHES