/Por Ana Beatriz Miranda

Quem disse que para harmonizar vinho com comida é preciso pensar em alguma receita muito elaborada? A harmonização não precisa ser complicada. Pelo contrário. É possível fazer combinações deliciosas com ingredientes simples, como o pão, por exemplo. Aprenda a harmonizar estes dois clássicos: pão e vinho.

A harmonização de pão e vinho deve ser feita levando em consideração os aspectos aromáticos e gustativos dos dois. Um não pode se sobrepor ao outro. Por isso, a regra de ouro de qualquer combinação com comida prevalece: sabores mais intensos pedem vinhos mais poderosos, enquanto os mais sutis pedem exemplares mais leves. 

Dicas para harmonização de pão e vinho

Foccacia e vinho rosé

A foccacia é um pão italiano baixo com coberturas variadas. Elas são temperadas e por isso pedem um vinho que tenha acidez, mas também certa estrutura. Um vinho rosé seco para as foccacias salgadas e um rosé adocicado para as mais doces são excelentes pedidas!

Baguette francesa e Cabernet Sauvignon ou Pinot Grigio

As tradicionalíssimas baguettes francesas têm um toque de acidez bastante característico. Logo ela combina com vinhos que tenham uma acidez equilibrada, como um tinto de Cabernet Sauvignon ou um branco de Pinot Gris (Pinot Grigio).

Ciabatta e Pinot Noir ou espumante Blanc de Noir

O pão ciabatta é de origem italiana. Seu nome é uma referência a seu formato de chinelo. Ele é rústico, leve e aerado. O vinho para harmonizar também precisa ser mais sutil, como os tintos elaborados com Pinot Noir que não passam por barricas. Um belo espumante Blanc de Noir, elaborado de uvas tintas, também é uma excelente opção. 

Pão de centeio e Pinot Noir

Outro pão que fica ainda mais delicioso com a Pinot Noir é o de centeio. Ele tem um certo adocicado e uma casquinha delicadamente caramelizada que são equilibrados com os rótulos dessa uva. 

Pão de azeitona e Sangiovese

O pão de azeitona é tipicamente italiano e traz sabores fortes, com um quê de defumado e certo amargor. Ele fica perfeito quando harmonizado com vinhos de origem italiana, como um clássico Sangiovese, que é encorpado e sustenta a potência do pão.    

Pão doce e vinho do Porto, vinho rosé meio seco ou Riesling

Se o pão doce levar chocolate e frutas, ele vai combinar perfeitamente bem com um cálice de vinho do Porto. Os pães doces mais simples ficam harmônicos com vinhos rosés meio secos. Já o pão doce com toque de baunilha faz a festa em boca com um vinho branco elaborado com Riesling.