/Por Marjorie Zoppei

Com a Cordilheira dos Andes formando o pano de fundo, o Vale do Maipo é um dos pontos mais icônicos do Chile. É também o lar de alguns dos melhores vinhos do país. Cabernet Sauvignon é rei aqui, com fluxos aluviais e boa amplitude térmica, criando o terreno ideal para vinhos tintos suntuosos.

Grandes rótulos para harmonizar com os guisados e as carnes grelhadas típicas da região. A cerca de 45 milhas da agitação de Santiago, as tradicionais fazendas de Maipo, o ocasional huaso (vaqueiro chileno) e o ritmo do campo fazem com que o lugar pareça um mundo paralelo.

Maipo é a terra dos tintos, muito por causa de dias quentes e noites frescas, que proporcionam a combinação perfeita para vinhos perfumados com taninos sedosos. Puente Alto é a sub-região de Maipo mais proeminente. Produz um trio de vinhos chilenos icônicos: Almaviva, Don Melchor (Concha y Toro) e Viñedo Chadwick (Viña Errazuriz). Todos são varietais ou blends à base de cabernet sauvignon, pelos quais o vale é reconhecido internacionalmente.

O que visitar

A Viña Undurraga oferece passeios pela adega e a chance de treinar seus sentidos em uma sala de aromas. Algumas das degustações de Santa Rita incluem uma visita ao museu andino; já o passeio interativo da Concha y Toro ao El Casillero del Diablo ou à Adega do Diabo é uma experiência diferente de qualquer outra.

Para uma degustação mais intimista, experimente a Viña Aquitania, a Viña Pérez Cruz e a Viña Antiyal – essa última é propriedade do principal consultor biodinâmico do Chile, Álvaro Espinoza.

Para quem não dispensa uma boa comida, considere fazer uma visita à Viña El Principal, que tem um passeio até o topo das colinas, onde um farto churrasco é oferecido – acompanhado, é claro, de uma taça de vinho e do visual dos vinhedos. 

Onde jantar

Jantar em Maipo é, muitas vezes, fazer refeições de estilo caseiro, como receitas clássicas servidas em casas rurais. O Restaurante Doña Paula, do Viña Santa Rita, é um dos protagonistas dessa cena – a fazenda histórica era esconderijo para soldados chilenos muito antes de turistas famintos encherem os salões. O Lo Pirque, ideal para famílias, na área de Pirque de Maipo, serve uma culinária tradicional durante apresentações de equitação.

Onde ficar

A grande dama da hospedagem no Vale do Maipo é o Hotel Casa Real, uma majestosa residência do século 19, nos terrenos da Viña Santa Rita, com 16 quartos. Os jardins convidam a um passeio matinal ou a um piquenique de vinho no início da noite.

Aventure-se nas proximidades das montanhas dos Andes para desfrutar o refúgio na floresta do Hotel Altiplanico Cajón del Maipo. B&Bs, cabanas e casas de aluguel também pontilham o vale.

O onipresente terreno montanhoso da região atrai visitantes aventureiros que procuram por trilhas, escaladas e passeios a cavalo no Cajón del Maipo, um desfiladeiro deslumbrante localizado a sudeste de Santiago.

As visitas ao Glaciar San Francisco, na Reserva Nacional El Morado, ao Reservatório El Yeso e ao Vulcão San José são recompensadoras; melhor ainda se seguidas de um passeio panorâmico para mergulhar nas fontes termais de Baños Colina