/Por Ana Beatriz Miranda

Quando as temperaturas estão mais amenas, a vontade de comer comfort food aumenta. São aquelas que trazem conforto, aconchegantes, que aquecem o corpo e trazem alegria. Pratos que têm certa robustez e que, claro, harmonizam perfeitamente com vinho.

Comfort food: ideais para combinar com nossa bebida favorita! 

Almôndegas com molho de tomate e purê de batatas

Um belo prato de almôndegas com molho de tomate e purê de batatas, um clássico do comfort food, fica sensacional com tintos suculentos como o Montepulciano d’Abruzzo. É um tinto italiano estruturado, com alto teor alcoólico, taninos macios e boa acidez. Ele vai complementar a potência da receita, exaltando os sabores.  

Lámen

O lámen é um prato oriental delicioso, que aquece o corpo e a alma. A base é um caldo forte de carne, peixe ou legumes, com macarrão oriental e ingredientes variados, proteínas, vegetais, algas, brotos… A harmonização ideal fica com conta de um vinho borbulhante com certa doçura, como o Lambrusco ou um Prosecco demi-sec, dependendo da proteína do lámen.

Se for de carne bovina, o frutado intenso do Lambrusco é a pedida. Se for de frango ou camarão, as notas de maçã verde e melão do Prosecco são a melhor escolha. A perlage ajuda a equilibrar a gordura da receita.  

Carne de porco e batata

A carne de porco com salada de batata cozida fica deliciosa com vinhos elaborados com a Riesling, se o molho da carne for mais ácido, ou com a Tannat, para molhos adocicados. A acidez da Riesling combina com a acidez do molho e o caráter de frutas cítricas com a carne de porco. Já a Tannat traz equilíbrio para os molhos mais doces comumente usados com carne de porco, além dos taninos sustentarem a untuosidade da receita.      

Pizza enrolada

A pizza enrolada é uma comfort food das mais versáteis. Para harmonizar, tintos italianos são os pares perfeitos. Chiantis ou exemplares de Nero d’Avola vão bem com os mais diversos sabores. O corpo cheio desses vinhos são ideais para combinar com o recheio da pizza. Se tiver embutidos, o Nero d’Avola ficará ainda melhor, já que tem nuances de carne curada em seus aromas e sabores.  

Sopa de tomate e queijo quente

Essa receita é do tipo que abraça! A sopa de tomate, geralmente feito assado, com um sanduíche grelhado de queijo derretido é absolutamente saborosa. Para harmonizar, tintos de Carménère ou Cabernet Franc.

Essas duas uvas têm um toque de pimentão que combina muito com a cremosidade da sopa de tomate. A boa acidez e os taninos marcados equilibram a gordura do sanduíche de queijo. É uma combinação impecável.