Rioja, Catalunha, Galícia… todas essas são Denominações de Origem Protegida (D.O.P.) espanholas que, além de sinônimo de qualidade, têm muita visibilidade no mercado internacional. Mas, no cantinho noroeste daquele país, uma região que precisamos ficar de olho é Toro.

Apesar de ter alcançado recentemente fama internacional, a história da enologia daquele lugar é muito antiga: desde os tempos romanos, ao longo dos séculos 12 e 13, os vinhos de Toro eram comercializados a preço de ouro, tratados como objetos da realeza. Foi também o vinho de Toro que acompanhou Cristóvão Colombo na descoberta das Américas.

Já no século 19, com a chegada da filoxera na Europa, Toro se tornou uma região exportadora de vinho, principalmente para a França – uma vez que a infestação da praga afetou uma pequena parcela das vinhas naquela área. 

O reconhecimento da demarcação como denominação de origem aconteceu só em 1987, abrangendo dezesseis municípios das províncias de Zamora e Valladolid. Para presidente do primeiro Conselho Regulador da DO Toro, foi eleito o enólogo Manuel Fariña – o nome que está à frente do vinho de hoje.

É o incrível Fariña Lágrima 2017. Vinho Fariña

Ele tem a qualidade e elegância do estilo de Toro e do trabalho visionário de Manuel Fariña. Foi ele quem enxergou todo o potencial da uva que é símbolo da região, a Tinta de Toro

Para começar, antecipou em três semanas a colheita das uvas, o que permitiu ajustar a graduação alcoólica natural da bebida, que antes era de 17º e passou para uma graduação entre 13º e 14º. Já o avançado sistema de controle de temperatura na fermentação permitiu que um grande carrossel de aromas fosse preservado. 

Fariña Lágrima é um “vinho lágrima”, que estagiou por quatro meses em barricas de carvalho francês e americano. Ele se destaca pelo estilo frutado e fresco, fácil de beber. Excelente para ser apreciado tanto em casa quanto à mesa de qualquer restaurante. 

Esse rótulo recebeu 90 pontos do Guia Peñín 2020 e medalha de bronze do World Wine Awards Decanter 2020.

Harmonização com Fariña Lágrima 2017

Esse tinto espanhol vai muito bem com carnes vermelhas grelhadas, massas com molho de tomate, aperitivos como bruschettas e queijos variados.

Confira os vinhos produzidos na Espanha:

vinho
Espanha
Região: Castilla y León
750 ml / TINTO
Coquetel de Vinho Tinto Frisante Carolina Tinto de Verano Premium
R$ 81,18
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Yecla
2018 / 750 ml / ROSE
Dominio Espinal Rosado 2018
R$ 51,17
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Valência
2018 / 750 ml / BRANCO
Vinho Branco Doce Doña Dolça Moscatel 2018
R$ 51,17
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Valência
2018 / 750 ml / BRANCO
Vinho Branco Doce Valencian Sun 2018
R$ 149,65
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Catalunha
2017 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Montrubi Gaintus Radical Sumoll 2017
R$ 234,12
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Catalunha
2018 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Montrubí Black Garnacha 2018
R$ 123,53
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Aragón
2017 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Las 75 Vendimias de Emilio González Parcela Lagüen
R$ 351,76
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Valência
2015 / 750 ml / TINTO
Vinho Tinto Generación 1 Grandes Añadas Reserva 2015
R$ 351,76
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Castilla y Leon
750 ml / TINTO
Coquetel de Vinho Tinto Frisante Carolina Sangria Premium
R$ 81,18
MAIS DETALHES
vinho
Espanha
Região: Galícia
2016 / 750 ml / BRANCO
Vinho Branco La Casa de Las Locas Godello 2016
R$ 174,12
MAIS DETALHES