/Por Ana Beatriz Miranda

Embora esteja fora das listas de grandes produtores de vinhos do mundo, o Canadá também elabora excelentes rótulos da nossa bebida favorita. E de todos os tipos: tintos, brancos, rosés, licorosos, espumante e, claro, os célebres icewines, feitos a partir de uvas que congelam nos vinhedos. 

Inclusive, lá existe um órgão regulatório, o VQA (Vintners Quality Alliance), que regula a qualidade e garante a origem dos vinhos canadenses. Por enquanto, apenas duas regiões produtoras são associadas ao VQA, Ontario e British Columbia, as duas principais. 

A história da produção do vinho canadense tem mais de 200 anos, quando franceses e ingleses começaram a cultivar videiras europeias no país. O frio era um desafio, mas o cultivo foi bem-sucedido. Os exemplares licorosos doces tiveram mais sucesso da primeira metade do século 20 até a década de 1960.

Só a partir dos anos 80 que os vinhos secos começaram a ganhar espaço, depois que os produtores perceberam que era preciso controlar o rendimento das videiras para maior concentração das uvas e as características típicas de regiões frias: aromas delicados e persistentes, estrutura e potencial de envelhecimento. 

Principais regiões produtoras de vinho canadense

Ontario

Ontario é a maior região produtora de vinhos do Canadá. Ela fica localizada no centro-leste do país, fazendo divisa com os Estados Unidos. Sua latitude é igual a da Borgonha, considerada uma das melhores do planeta para o cultivo de videiras.

Suas sub-regiões são Península de Niágara, costa norte do Lago Erie e Condado de Prince Edward. Focada em qualidade, Ontario tem produzido exemplares de grande destaque, com cada vez mais premiações internacionais.  

British Columbia

Localizada no extremo oeste do Canadá, a região de British Columbia tem litoral do Pacífico e também uma cadeia montanhosa. Ela possui cinco sub-regiões produtoras: Vancouver Island, Gulf Islands, Fraser Valley, Similkameen Valley, e a Okanagan Valley.

Nos últimos anos, os vinhos da região ganharam grande fatia do mercado, com crescimento de vendas expressivo. 

Quebec

Quebec fica mais ao lado de Ontario, mais a leste. Sua produção vitivinícola começou a ser significada só a partir de 1980. Hoje é terra de excepcionais vinícolas boutique, mais artesanais.

São muitas variedades de uvas cultivadas nas suas cinco sub-regiões: municípios orientais, Montérégie, Ouest-du-Québec, Est-du-Québec e Centre-du-Québec. Um verdadeiro laboratório em franca expansão! 

Nova Scotia

Nova Scotia é uma província marítica localizada ao leste do país. Produz vinhos há pouco tempo, mas já mostra resultados importantes. Seus microclimas e solos são perfeitos para o cultivo de videiras, com uvas de alta qualidade.

O resultado são vinhos de muita personalidade. A maioria das vinícolas fica no Vale do Annapolis, mas também há produção nas seguintes sub-regiões: Vale do Rio Avon, Península Malagash, Vale do Rio LaHave e Vale do Rio Urso.