/Por Ana Beatriz Miranda

Na estação mais fria do ano, é natural ter mais apetite, já que gastamos mais energia para mantermos a temperatura corporal. O inverno é o momento de as receitas mais aconchegantes e quentinhas ganharem espaço, claro, acompanhadas por um bom vinho.

As sobremesas também se tornam mais cremosas, intensas e irresistíveis. Combinadas com a nossa bebida favorita, são elevadas a outro patamar. Confira cinco harmonizações infalíveis de sobremesas de inverno e vinho

Sobremesas de inverno e vinho

Arroz doce

Clássica sobremesa portuguesa, o arroz doce tem inúmeras versões. Servido quentinho, aquece nos dias frios e traz uma sensação prazerosa. Você pode fazer do jeito que preferir. A base é o arroz cozido com leite e açúcar. No Brasil, é comum usar leite condensado e coco ralado. Mas vale incrementar com gemas, como em Portugal, chocolate branco e especiarias. 

Para harmonizar 

Escolha um vinho licoroso equilibrado. Jerez e vinho Madeira são excelentes opções. Se o arroz doce levar especiarias, um Syrah meio seco cai muito bem. 

Tarte tatin

A tarte tatin é uma torta invertida francesa feita com maçãs. As frutas são cozidas com açúcar e manteiga, formando um caramelo. Aí, sim, se coloca a massa, por cima, levando a frigideira ao forno para assar. Na hora de desenformar, a torta é virada e a massa fica por baixo. É uma sobremesa deliciosa e pode ser acompanhada de chantilly ou sorvete. 

Para harmonizar

Um vinho late harvest branco é uma ótima opção, já que se trata de uma torta bem adocicada. Escolha uma uva que agrade seu paladar. Se quiser investir mais nessa combinação, vale muito a pena um Sauternes ou um Tokaji. A experiência será inesquecível!

Petit gateau

O petit gateau, que significa “pequeno bolo”, é uma das receitas doces mais apreciadas no inverno. A versão tradicional é um bolinho de chocolate macio e quente que escorre à primeira colherada. Geralmente o acompanhamento é sorvete de creme. Há inúmeras versões e sabores de petit gateau atualmente, dos mais previsíveis, como doce de leite, aos mais ousados, como pequi.   

Para harmonizar

A receita tradicional, de chocolate, fica sensacional com um vinho do Porto Ruby ou um late harvest tinto, de Tannat, por exemplo. Vale experimentar com um late harvest branco mais intenso e envelhecido também. 

Churros

Quem resiste aos deliciosos churros? Nas quatro estações, a sobremesa é um sucesso. Mas no inverno ela fica ainda mais especial. De origem ibérica, o doce é feito com uma massa de farinha de trigo e água, frito em óleo vegetal e salpicado de açúcar e canela. Pode ser recheado ou não e acompanha doce de leite, tradicionalmente, ou chocolate e geleias. 

Para harmonizar

Como é uma sobremesa bastante açucarada, os churros combinam com vinhos que também tenham alto teor de açúcar e boa acidez. Vinho do Porto branco, Moscatel de Setúbal, Tokaji e Sauternes, para quem quer mais sofisticação, são as escolhas certas. 

Suflê de chocolate

O suflê é uma receita que nunca sai de moda! Elegante, delicada e deliciosa, a versão de chocolate sai quentinha do forno direto para ser apreciada no friozinho. Uma das mais gostosas sobremesas de inverno! Vale a pena pesquisar dicas antes de fazer para que ele não afunde. Você pode fazer com chocolate meio amargo ou ao leite, depende do nível de doçura que deseja. 

Para harmonizar

A regra básica de harmonização deve prevalecer aqui: para um suflê mais doce, de chocolate ao leite, escolha um vinho mais adocicado, como um late harvest tinto. Para o meio amargo, vá de vinho do Porto Ruby. Um espumante demi-sec branco também é uma ótima pedida.