/Por Ana Beatriz Miranda

Em nenhum lugar do mundo o vinho é tão tradicional quanto na Europa. Não à toa o Velho Mundo é onde nossa bebida favorita foi aprimorada e difundida. Por fatores históricos, econômicos e culturais, é lá que ficam as rotas do vinho mais antigas e famosas. 

Há rotas do vinho na Europa para todos os gostos. Das mais simples às mais sofisticadas. Embora existam programas e eventos em quase todos os meses do ano, a época de colheita é certamente a mais festiva e interessante para o enoturista, de agosto a outubro. 

Rotas do vinho na Europa para você conhecer

Weinstraße, Alemanha

A rota do vinho da Alemanha, inaugurada em 1935, é a mais antiga do mundo. Ela fica na região do Palatinado, no estado da Renânia-Palatinado. Seu início é no portal do vinho alemão, na fronteira com a França, e vai até a Casa da Estrada do Vinho, em Bockenheim, percorrendo 85 quilômetros.

O roteiro é supercompleto e tem destinos curiosos, como um restaurante dentro de um barril de vinhos gigante, na cidade de Bad Dürkheim. 

Wine Route of Spain, Espanha

A Espanha tem inúmeras rotas do vinho que podem ser consultadas em um único site, o Wine Route of Spain. Estruturado e completíssimo, é possível navegar por região vinícola e encontrar a rota ideal para você, além de descobrir os eventos vitivinícolas ao longo do ano.

Um só lugar que concentra todas as informações necessárias para os enoturistas que querem desbravar o vinho espanhol. 

França

Berço cultural do vinho, a França tem um enoturismo bastante robusto. O país respira vinho e praticamente todos os seus roteiros de viagem envolvem a bebida.

Quase todas as regiões vitivinícolas têm rotas oficiais, com destaque para Bordeaux, Borgonha, Champagne, Sauternes e Alsácia. Só Bordeaux e Borgonha, as duas principais regiões francesas produtoras, têm várias rotas. 

Rota de Champagne

Rota de Sauternes

Rota de Alsácia

Itália

Assim como a França, a Itália tem diversas rotas do vinho, que envolvem passeios, degustações e programas voltados para se aprofundar nos mais variados tipos de vinhos elaborados por lá.

Terra de ícones como Barolo, Barbaresco, Brunello di Montalcino, prosecco, Chianti, supertoscanos e muitos outros, o país tem possibilidades para todo tipo de enoturista, dos iniciantes ao experts. Quem aprecia o espumante italiano mais célebre do mundo, o prosecco, precisa conhecer a Strada del Prosecco. Na Toscana, a rota do Vino Nobile de Montepulciano é imperdível. 

Strada del Prosecco 

Rota do Vino Nobile de Montepulciano

Portugal

Apesar de pequenino, Portugal tem um enoturismo muito forte. São várias as regiões produtoras de vinho do país, cada qual com suas particularidades e rotas próprias.

A rota dos Vinhos do Douro e do Porto, a rota dos Vinhos Verdes, a rota dos vinhos da Península de Setúbal e a rota do Alentejo estão entre as principais.

Rota dos vinhos do Douro e do Porto

Rota dos Vinhos Verdes

Rota dos vinhos da Península de Setúbal  

Rota do Alentejo